03:25 Venres, 20 de Setembro de 2019
Terra e Tempo. Dixital Galego de pensamento nacionalista.
09-09-2019

Isto também é um argumento para manter a extracção de todos os recursos exauríveis dentro do sector público.

O investimento directo estrangeiro e os recursos exauríveis

PRABHAT PATNAIK

Joan Robinson, a famosa economista, chamou a atenção para uma diferença fundamental entre investimento directo estrangeiro (IDE) no sector manufactureiro e investimento directo estrangeiro num sector que extraísse um recurso exaurível, tal como um produto mineral. A diferença pode ser ilustrada com um exemplo.


0 comentarios |
Valoración
13-07-2019

A política de sanções de Washington estimulou os principais actores mundiais a afastarem-se do dólar, colocando em risco o seu status como moeda de reserva

Papel do US dólar como moeda de reserva está em risco

PAUL CRAIG ROBERTS

Enquanto a administração Trump toca o tambor do "fazer a América grande outra vez" e informa acerca de um crescimento rápido do Produto Interno Bruto (PIB) e de uma taxa de desemprego em queda livre, acumulam-se nuvens no horizonte da economia dos EUA e do dólar, afirma o Dr. Paul Craig Roberts, economista americano autor de mais de uma dúzia de livros. Ele foi secretário assistente do Tesouro para Política Económica no governo do presidente Ronald Reagan.


0 comentarios |
Valoración
01-08-2019

Intervenção do presidente da Fundação Maurício Grabois no Seminário de Estruturação Partidária do PCdoB, realizado em Brasília nos dias 08 e 09 de julho

A construção partidária atual

RENATO RABELO

A financeirização impõe de forma sistêmica a subordinação do Estado, inclusive do seu orçamento e da sua dívida, aos desígnios da exclusiva valorização do capital (Como, por exemplo, a imposição de um Superávit primário, e do novo papel dos Bancos Centrais na atualidade, sistema previdenciário de capitalização privada).


0 comentarios |
Valoración

PRABHAT PATNAIK


13-06-2019

A economia mundial tem assistido a uma desaceleração que agora começa a afectar economias como a Índia e a China devido a uma taxa de crescimento mais baixa das exportações.

Acumulam-se nuvens tempestuosas de recessão

0 comentarios |
Valoración

MICHAEL ROBERTS


30-04-2019

O que no mundo faria os 1% do topo e os possuidores de capital muito ricos concordarem em reduzir seus ganhos a fim de obter uma economia mais igualitária e bem-sucedida?

Capitalismo progressista – um paradoxo

0 comentarios |
Valoración

MICHAEL ROBERTS


03-12-2018

Houve dois períodos de estagnação ou declínio na expansão do comércio global: durante a depressão do final do século XIX até o início da Primeira Guerra Mundial e depois na Grande Depre

Comércio mundial e imperialismo

0 comentarios |
Valoración

ALBERTE LAGO VILLAVERDE


26-10-2018

A lei da Espanha é a lei do mais forte; porque o sistema legal deixa, por sistema, desamparada á parte mais débil

Os bancos da Espanha tropeçam coa UE

0 comentarios |
Valoración

PRABHAT PATNAIK


02-09-2018

As finanças querem que o poder do povo seja reduzido. E uma vez que a democracia, apesar de todo o seu enfraquecimento, proporciona algum poder ao povo, as finanças querem democracia reduzida ou, melhor ainda, abolida

As finanças contra o povo

0 comentarios |
Valoración
       ... 88  89  < anterior

© Fundación Bautista Álvarez de Estudos Nacionalistas
Terra e Tempo (ISSN 1575-5517)
Avenida de Lugo, 219, 1º, 15703 • Santiago de Compostela • Galiza
981 57 02 65 – info#code#terraetempo#code#gal

A Fundación recibiu unha axuda da Deputación da Coruña na convocatoria de 2018 para a mellora da utilidade de páxina web. Deputación da Coruña