01:36 Martes, 12 de Novembro de 2019
Terra e Tempo. Dixital Galego de pensamento nacionalista.

07-11-2012

As eleiçons som umha foto dum momento determinado com os seus condicionamentos

A pé e dia a dia

Valorar (17)

JOÁM LUÍS FERREIRO CARAMÊS



Passárom já 16 dias das eleiçons e como nom deixo de escoitar comentários de todo tipo, mas ás vezes desorintaçom e desânimo, também quero comentar eu. Comentar simplesmente a minha opiniom mas nom desde o desânimo senom desde o trabalho.

Nom é o BNG a única organizaçom na que militei mas espero seguir nela mentres sega a ser o BNG. E algo inquestionável que baixar do case o 21% ao 14,95% dos votos, e a conseqüente baixada em parlamentários nom é boa. Mas para algumha gente desta organizaçom é umha catástrofe, eu nom o entendo assim e nom o compreendia. Mas, no momento em que escoitei alguns comentários o vim mais claro, estou na mesma organizaçom mas nom estou nem polo mesmo nem para o mesmo. Tentarei aclarar-me, sempre entendim que o BNG é um instrumento para mudar este pais e para isso há que utilizar todos os meios á nossa disposiçom, som polo tanto as eleiçons e a possibilidade de governar um instrumento mais, o problema está quando as eleiçons convertem-se no objectivo. Som um meio nom o fim, importantes como instrumento, polo tanto baixar em votos priva-nos del, mas nom é o fim, é mais trabalho.

Há outra possibilidade para cair na depressom, pensar que os votos indicam a presença real do BNG na sociedade galega, isto si que seria para chorar. Mas alguém creu que no 97 quando o BNG chegou a mais do 25% era a nossa presença real?, ou que agora é de menos do 15%?, ou incluso que a aliança de alternativa galega de esquerda unida tem umha presença na sociedade equivalente aos votos que tem?. As eleiçons som umha foto dum momento determinado com os seus condicionamentos.

Eu desde pequeno aprendim que o que conseguira na vida ia depender do meu trabalho, que ninguém ia regalar-me nada. Penso que é algo que se pode extrapolar perfeitamente ao BNG. Ás vezes cabreamos-nos ao ver o tratamento que nos dam os meios de comunicaçom, como mentem, ocultam e deformam todo o referente a nós. Mas isso é o normal se somos umha organizaçom que quere mudar o sistema, o que seria preocupante é que falaram bem, isso quereria dizer que algo vai mal, muito mal. Creio que é claro que a presença do BNG na sociedade e directamente proporcional á presença que todos nos, os e as militantes do BNG temos na mesma, no nosso posto de trabalho, nas associaçons ás que pertençamos, com os nossos vizinhos... É o trabalho militante e o nosso exemplo o que vai permitir recuperar ao BNG os votos e nom ao revés. Semelha algumhas vezes que alguns e algumhas perdêrom-se polo caminho e quigérom jogar ao jogo institucional, “o BNG já chegara a umha fase diferente, ia-se medir em igualdade com PP e PSOE”, mas em que jogo pensavam que estavam?. A parte boa deste resultado é que serve para ver que o BNG nom se fai desde arriba, desde a “moqueta” trabalha o sistema e nos nom o somos.

Aqui nom há auto-estrada possível nem atalhos. Mas, acaso nom temos claro que o nacionalismo é objectivamente á única saída possível a este pais?. É entom o tempo de continuar a trabalhar dia a dia, onde está o povo e com o povo, ou de onde somos?. A pé e com a gente construímos o BNG e temos que construir este pais, nem rematou o mundo o 21 de Outubro como dim alguns chorons, nem vai rematar o 21 de Dezembro como parece que dixérom os Maias. O nosso pais tem futuro, mas para isso também é fundamental que o tenha o BNG se nom queremos converter-nos no noroeste de Espanha. Há muito trabalho que fazer cada dia, todos os dias e a pé onde está o povo. Adiante e sem perder o rumo.


[08-11-2012 23:44] Joám Luís Ferreiro comentou:

Desculpas, é certo que cometim um erro na percentagem de 2009 e 2012, realmente passou-se do 16,01% ao 10,16%. Mas aparte do dado concreto o resto do contido é o mesmo.

[07-11-2012 14:41] miguel comentou:

Mira, isto non se pode facer. Unha persoa que, segundo aparece no perfil, ten responsabilidades na organización, non pode escribir un artigo sobre o BNG onde di do BNG "baixar do 21 ao 14.95 %". Compañeiro, con todo o cariño: traballo e rigor, que así non imos a ningures.
E non é un erro, que persiste liñas abaixo.

Engade o teu comentario:

Os campos marcados con* son obrigatorios.







© Fundación Bautista Álvarez de Estudos Nacionalistas
Terra e Tempo (ISSN 1575-5517)
Avenida de Lugo, 219, 1º, 15703 • Santiago de Compostela • Galiza
981 57 02 65 – info#code#terraetempo#code#gal

A Fundación recibiu unha axuda da Deputación da Coruña na convocatoria de 2018 para a mellora da utilidade de páxina web. Deputación da Coruña